No Palermo, já dão como certa chegada de Vázquez, em janeiro Joza Novalis - 25/08/2011 - 15:58

Em entrevista ao Diário MediaGol, da Itália, o presidente do Palermo, Maurizio Zamparini disse que já tem acordo que garante a chegada de El Mudo Franco Vázquez ao clube do Sicilia, em janeiro. “No meio de campo já temos Franco Vázquez, que talvez chegue em janeiro”, disse Zamparini. Segundo ele, os valores da transação giram em torno de seis milhões de dólares, valor que deveria ser pago em parcela única.

O presidente do Belgrano, Armando Pérez e o empresário Gustavo Mascardi, intermediário da transação, já estão na Europa para finalizar o negócio. Porém, para benefício dos hinchas piratas, a incorporação de El Mudo ao plantel do clube siciliano ocorreria somente em janeiro, após finalizado o Apertura/2011.

Segundo Zamparini, “o jogador do Belgrano foi acompanhado e admirado por Sean Sogliano e Luca Cattani, representantes do clube, que estiveram no Gigante de Alberdi, no dia 17 de agosto, no encontro entre Belgrano e Olimpo, quando finalizavam sua passagem pela America do Sul. No duelo, contra o time de Bahía Blanca, El Mudo não somente atuou bem, como fez o gol de empate do Pirata, na partida quem terminou em 1×1.

Enquanto em Córdoba não se fala muito do negócio, em Palermo ele já é dado como encerrado. Vázquez é o plano B do clube italiano para substituir Javier Pastore, transferido ao Paris Saint-Germain por 43 milhões de euros. Vázquez de 22 anos é destaque do Pirata desde quando estreou no elenco profissional há quatro anos. Possui passaporte comunitário, já que sua avó é de Pádua, e até hoje possui muitos parentes em toda a Terra da Bota, o que facilitaria sua adaptação ao futebol europeu.

Porém, além da cláusula pela qual o jogador só se apresentaria em Janeiro, os dirigente piratas colocaram mais duas. A primeira de que o pagamento seja feito imediatamente, e em parcela única; a segunda, de que o clube mantenha um percentual (não revelado) na eventual negociação de El Mudo com outro clube da Europa, no futuro.

Joza Novalis

emailfacebooktwittergoogle plus

Mestrando em Teoria Literária e Lit. Comparada na USP. Formado em Educação e Letras pela USP, é jornalista por opção e divide o tempo vendo futebol em geral e estudando o esporte bretão, especialmente o da Argentina. Entende futebol como um fenômeno popular e das torcidas. Já colaborou com diversos veículos esportivos.