Independiente vence LDU mas é eliminado da Sul-Americana Tiago de Melo Gomes - 12/10/2011 - 23:10

Com gol de Nuñez, o Independiente venceu a LDU em Avellaneda, mas ficou de fora da Copa Sul-Americana, perdendo a chance de conquistar o bicampeonato do torneio e a vaga na Libertadores 2012. O placar foi insuficiente para compensar os 2 a 0 sofridos na partida de ida, quando Ramon Diaz escalou uma equipe reserva visando poupar os titulares para o clássico contra o Racing.

O primeiro tempo não foi bom para o Independiente. A equipe da casa tentou pressionar o adversário, fazendo valer o mando de campo, mas não conseguia criar boas oportunidades, e frequentemente era surpreendido no contra ataque pelos equatorianos, que aproveitavam a lentidão da defesa do Rojo para criar pânico na torcida local.

E quando o primeiro tempo parecia se encaminhar para um justo 0 a 0, o Rojo marcou seu gol. Um centro para a área foi mal rebatido pela defesa da LDU, e Nuñez, que havia tentado vários tiros de fora da área, acertou um belo chute abrindo o placar. Logo em seguida soou o apito final da primeira etapa, e o Independiente desceu para o intervalo mais confiante. Afinal, faltava apenas um.

Ciente de que necessitava criar oportunidades, o Rojo voltou com tudo para os últimos 45 minutos. A equipe de Avellaneda pressionava, marcava a saída de bola e tinha o domínio da partida, mas pouco criava oportunidades. À medida que o tempo corria e o Independiente se desesperava, a LDU lentamente conseguia trocar passes e explorar o estado de nervos da torcida adversária. Chegou até a criar mais oportunidades que o adversário, utilizando os contra-ataques.

A grande oportunidade do Independiente caiu nos pés de Defederico. Aos 25 minutos Velazquez foi ao fundo e centrou forte. Dominguez espalmou para o meio da área, e a bola se ofereceu para o ex-corinthiano, que mesmo livre chutou em cima do goleiro da equipe equatoriana. Ao fim, o Rojo tentou de todas as maneiras mas criou pouco e não marcou o gol que levaria a decisão para os penaltis. Sobrou para a equipe de Ramon Diaz tentar melhorar o desempenho no torneio doméstico.

INDEPENDIENTE: Assman, Julian Velazquez, Tuzzio, Milito e Argachá (Ferreyra); Godoy, Pellerano, Defederico (Nieva) e Rodriguez; Parra e Nuñez (Clara).

LDU: Dominguez, Guagua, Araujo e Calderón; Reasco, Urrutia, Hidalgo, Bolaños (Bieler) e De La Cruz; Gonzalez (Acosta); Barcos (Ambrosi).

Tiago de Melo Gomes

emailfacebooktwitter

Tiago de Melo Gomes é bacharel, mestre e doutor em história pela Unicamp. Professor de História Contemporânea na UFRPE. Autor de diversos trabalhos na área de história da cultura, escreve no blog 171nalata e colunista do site Futebol Coletivo.


Tags: